A ASSOCIAÇÃO
PRIMEIRA PESSOA
GUIAS
NOTÍCIAS
EDITORA PÚBLICA
REDE
CONTATO
ASSOCIE-SE
LOGIN
Jeduca | Associação dos jornalistas de educação
notícia

80% dos brasileiros dizem ter interesse por matérias de educação

02/08/2018

Área é a mais valorizada entre oito analisadas, aponta levantamento do Datafolha que será apresentado no Congresso da Jeduca junto com pesquisa qualitativa feita pela Rede Conhecimento Social

Conteúdos sobre educação são os mais atrativos para os brasileiros quando se trata de notícias e reportagens, segundo pesquisa realizada pelo Instituto Datafolha entre os dias 12 e 16 de junho em 129 municípios de todas as regiões do país. Foram ouvidas 2.084 pessoas de todas as classes sociais e idade acima de 16 anos. Do total de entrevistados, 80% afirmaram ter muito interesse em reportagens e notícias sobre educação, enquanto apenas 4% informaram não ter nenhuma atração por matérias dessa editoria.


Outros temas pesquisados foram saúde (78% declararam ter muito interesse), cultura (54%), economia (45%), ciência (44%), esportes (40%), política (23%) e entretenimento (18%).

 

Os resultados da pesquisa, encomendada pela Jeduca, serão debatidos durante o 2º Congresso Internacional de Jornalismo de Educação, que será realizado no Colégio Rio Branco nos dias 6 e 7 de agosto. A associação fez também, em parceria com a Rede Conhecimento Social, uma pesquisa qualitativa sobre o tema (veja no fim do texto dados sobre os dois levantamentos).

 

Para o presidente da Jeduca, Antônio Gois, o resultado é animador por indicar também a melhor maneira de os jornalistas manterem a atenção do público.

 

“A pesquisa detectou que, apesar de haver valorização do tema, isso não significa que o público esteja consumindo vorazmente o conteúdo produzido. A tendência é que a pessoa se afaste da reportagem se ela sentir que o tema está longe da vida dela. Se a matéria não diz respeito à escola que atende à sua família, por exemplo, o interesse diminui”, explica.

 

Gois revela que mesmo em reportagens sobre políticas públicas, como a reforma do ensino médio, as pessoas se interessaram mais quando perceberam que a discussão poderia mudar o que os filhos aprenderiam na escola.

 

“Em direção contrária, muitas vezes nossas matérias abordam o tema como se fosse apenas de interesse de autoridades e educadores. Essa percepção apareceu nas discussões qualitativas, evidenciando também a importância de nos perguntarmos se a reportagem que estamos produzindo está clara para o público que queremos atingir”, afirma.

 

O presidente da Jeduca destaca ainda que termos comuns no debate educacional, como “interdisciplinar” ou “Base Nacional”, se mostraram de difícil compreensão, mesmo para o público de alta frequência de leitura.

 

“Nem mesmo 'ensino médio' é facilmente digerido. Uma pergunta muito comum foi sobre a faixa etária dos estudantes, especialmente pelos que já haviam deixado a escola há alguns anos. Por isso, acreditamos que algumas palavras a mais no texto, explicando melhor alguns jargões, ajudem a trazer o leitor, ouvinte ou telespectador para a nossa reportagem."

 

A pesquisa do Datafolha indicou ainda que, quanto mais alto o grau de escolaridade, mais alto também o interesse por informações ligadas à educação: entre quem estudou até o ensino fundamental, 74% têm muito interesse por esse tipo de conteúdo, índice que sobe para 81% entre quem estudou até o ensino médio e alcança 86% na parcela que estudou até o ensino superior. A pesquisa revelou ainda que uma matéria com dados e estatísticas pode afugentar quem tem apenas o ensino fundamental, mas seu apelo é maior entre os que têm ensino superior.

 

Serviço:

Divulgação da pesquisa no 2º Congresso Internacional de Jornalismo de Educação

Data: 07/08, das 14h50 às 15h40. Sessão extra para aprofundar as discussões das 16h50 às 17h40.

Informações: http://congresso.jeduca.org.br/

galeria de imagem

#RedeConhecimentoSocial #pesquisa #Datafolha #2ºCongressoInternacionaldeJornalismodeEducacao #AntonioGois #2ºCongressodaJeduca

parceiros mantenedores
Fundação Lemann
Telefonica Fundação / Vivo
Instituto Ayrton Senna
Instituto C&A 25 anos
Instituto Natura
Instituto Unibanco
Itau Social
Itau
Moderna
parceiros institucionais
ABRAJI
Campanha Nacional pelo direito à educação
CENPEC
JeffreyGroup
OEI
Parto Lauand
Todos pela educação
Cooperação reperesentação do Brasil
primeira pessoa