A ASSOCIAÇÃO
GUIAS
NOTÍCIAS
EDITORA PÚBLICA
REDE
BANCO DE FONTES
CONTATO
EDITAL
ASSOCIE-SE
LOGIN
Jeduca | Associação dos jornalistas de educação
notícia

#conteprajuca: Ideb e retomada presencial mobilizam cobertura

14/10/2020

Quer ver a sua matéria aqui? Marque-a nas redes com a hashtag

Apenas ensino fundamental 1 atingiu a meta do Ideb em 2019
Agência Brasil

A retomada das aulas presenciais, os resultados do Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica), o orçamento para a  educação este ano e em 2021 foram alguns dos destaques da cobertura de educação em setembro.

 

No G1, Élida Oliveira noticiou que 13,3 milhões de alunos da rede municipal ainda não têm data para voltar a escola. Em parceria com Luiza Tenente, Élida publicou uma reportagem sobre a complexidade da logística envolvida na reabertura das escolas.

 

O Estado de S.Paulo publicou reportagem de Renata Cafardo sobre o impacto do isolamento social na saúde mental dos adolescentes.

 

Os desafios impostos pelo distanciamento social na retomada das aulas presenciais, na perspectiva dos professores, foi tema de matéria de Ana Carla Bermúdez no UOL.

 

O jornalista Marcelo Abud publicou duas matérias no site do Instituto Claro: uma sobre o uso do rádio como ferramenta pedagógica para aulas remotas e outra sobre os cuidados que os professores devem tomar com a voz.

 

A volta às aulas presenciais das escolas privadas em Fortaleza (CE) foi noticiada em reportagem de Ítalo Cosme no jornal O Povo. O jornal também publicou reportagem que mostra que 125 dos 185 municípios cearenses só voltam às aulas presenciais em 2021 e sobre a decisão de não reabrir as escolas municipais na capital cearense.

 

No mesmo jornal, Gabriela Almeida publicou uma matéria sobre o indicativo de greve dos professores da rede municipal, caso as aulas presencias sejam retomadas.

 

Ideb

Na Agência Brasil, Mariana Tokarnia publicou quatro reportagens sobre os resultados do Ideb 2019: na primeira enfoca os avanços do Brasil, mostrando que, apesar disso, apenas o ensino fundamental 1 atingiu a meta. Na segunda, aborda o aumento recorde do ensino médio desde 2005. A terceira matéria fala sobre a melhora do desempenho dos estudantes em matemática e quarta aborda a intenção do governo de criar um grupo de trabalho para definir novas metas de qualidade da educação a partir de 2022.

 

Paulo Saldaña e Isabela Palhares publicaram reportagem na Folha de S.Paulo em que mostram a relação entre desempenho no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica) e investimento em educação.

 

No Estadão, Renata Cafardo, Victor Vieira e Daniel Bramatti enfocaram o aumento recorde do Ideb do ensino médio e a desaceleração dos anos iniciais do ensino fundamental.

 

O G1 publicou reportagem de Élida Oliveira que mostra os anos iniciais do ensino fundamental atingiram a meta do Ideb, mas o mesmo não ocorreu nos anos finais. Já Luiza Tenente abordou o desempenho do ensino médio, chamando a atenção par o fato de que desde 2013, este nível não atinge a meta do Ideb

 

O jornal Zero Hora publicou quatro reportagens assinadas por Guilherme Justino e Marcel Hartmann sobre o Ideb no Rio Grande do Sul. A primeira traça um panorama geral dos resultados no estado. A segunda reportagem fala sobre o avanço do RS em 2019. A terceira e a quarta enfocam as melhores escolas da rede pública no estado e o desempenho do IFRS Farroupilha, que se destacou.

 

Em Roraima, a rede pública avançou no Ideb, mas continua abaixo da média nacional, noticia Vanessa Vieira no Correio do Lavrado.

 

O site da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio publicou reportagem de Viviane Tavares sobre os resultados do Ideb 2019.

 

Financiamento

Paulo Saldaña noticiou na Folha que 42% do orçamento do MEC para 2021 está condicionado a crédito extra.  

 

O repórter Hugo Passarelli é o autor de reportagem que mostra que o sucesso do novo Fundeb depende de União e MEC mais presentes, na opinião de especialistas

 

No G1, Élida Oliveira noticiou que a quatro meses do fim do ano e com desafios da pandemia à frente, o MEC só executou 48% dos recursos disponíveis para 2020.          

 

Education at a Glance – OCDE

Em reportagem na Folha, Ana Estela de Sousa Pinto e Paulo Saldaña mostraram que o Brasil é um dos países com mais tempo sem aula presencial e que o fechamento das escolas pode afetar a economia mundial, com base em relatório da OCDE.

 

O G1 publicou duas reportagens de Élida Oliveira relacionadas às análises divulgadas pela OCDE:  “34% dos alunos de 15 anos no Brasil repetiram de série ao menos uma vez na escola, diz pesquisa da OCDE” e “Com salas cheias e poucos professores jovens, Brasil tem desafios na reabertura das escolas, apontam dados da OCDE”

#valoreconômico #uol #renatacafardo #paulosaldaña #opovo #marianatokarnia #marcelhartmann #luizatenente #isabelapalhares #ítalocosme #hugopassaelli #guilhermejustinozerohora #gabrielaalmeida #g1 #folhades.paulo #estadao #estadodes.paulo #danielbramatti #elidaoliveira #correiodolavrado #anaestelasousapinto #anacarlabermúdez #agênciabrasil #vanessavieira #victorvieira

faça sua busca
principais termos
parceiros financiadores
Fundação Lemann
Telefonica Fundação / Vivo
Instituto Ayrton Senna
Instituto Natura
Instituto Unibanco
Itau Social
Itau
Fundação Maria Cecilia Solto Vidigal
parceiros institucionais
ABRAJI
Campanha Nacional pelo direito à educação
CENPEC
OEI
Parto Lauand
Todos pela educação
Cooperação reperesentação do Brasil
Moderna
Loures
primeira pessoa