Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.
OK
A associação
Notícias
Guias
Congresso
Dados educacionais
Edital
Editora pública
Banco de fontes
CONTATO
ASSOCIE-SE
LOGIN ASSOCIADO
Reprodução

Assédio virtual contra jornalistas é tema de cartilha da Abraji

Publicação está disponível para download e contém informações para os profissionais se prevenirem e se defenderem de ataques na internet

11/03/2019
Redação Jeduca

Em meio aos ataques à jornalista Constança Rezende na internet, a Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) está divulgando uma cartilha sobre assédio virtual contra jornalistas. A publicação, “Como lidar com assédio contra jornalistas”, é gratuita e está disponível para download.

 

A cartilha contém recomendações sobre como agir em casos como o de Constança, repórter do jornal O Estado de S.Paulo, que se tornou alvo de ataques após divulgação de uma acusação falsa, compartilhada pelo presidente Jair Bolsonaro no Twitter no domingo (10/3).

 

Segundo o post, baseado numa matéria do site Terça Livre, Constanza teria dito a um jornalista francês, numa conversa por telefone, que teve a intenção de arruinar a vida de Flávio Bolsonaro e o governo em reportagens sobre as investigações das denúncias contra Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio. No entanto, esta afirmação não foi feita, como mostra a gravação da conversa, que está em inglês.

 

O site Estadão Verifica publicou nota sobre o caso, contextualizando e explicando as supostas declarações da jornalista. Antes, o jornal publicou matéria sobre os ataques à repórter.

 

A cartilha da Abraji contém orientações sobre como os jornalistas podem se prevenir de ataques na internet e sobre o que fazer, caso eles ocorram. A publicação também contém relatos de jornalistas que sofreram assédio na internet.

#twitter #jornalistas #jairbolsonaro #internet #constanzaribeiro #assédiovirtual #abraji

PARCEIROS FINANCIADORES
Fundação Lemann
Fundação Telefônica Vivo
Instituto Ayrton Senna
Instituto Natura
Instituto Unibanco
Itaú Social
Itaú Educação e Trabalho
Maria Cecilia Souto Vidigal
PARCEIROS INSTITUCIONAIS
Abraji
Campanha Nacional pelo Direito à Educação
CENPEC
OEI
Porto Lauand
Todos Pela Educação
UNESCO
Moderna
Loures
ASSOCIAÇÃO DE JORNALISTAS DE EDUCAÇÃO