Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.
OK
A associação
Notícias
Guias
Congresso
Dados educacionais
Edital
Editora pública
Banco de fontes
CONTATO
ASSOCIE-SE
LOGIN ASSOCIADO
Marcello Casal Jr./Agência Brasil
#conteprajeduca

Impacto da pandemia na educação e Enem são destaques na cobertura

Outros temas de matérias marcadas com a #conteprajeduca são os cortes de recursos para as universidades federais, a inciência de Covid-19 entre profesores no Ceará e os livros didáticos do ensino médio

09/06/2021
Rebeca Oliveira, Especial para a Jeduca

(Atualizado em 12/7/2021)

 

A pandemia de Covid-19 continua sendo destaque na cobertura de educação, com ênfase na perspectiva de retomar presencial progressiva a partir de agosto, estudos sobre os impactos da suspensão das aulas presenciais na aprendizagem e em prejuízos econômicos que podem ocorrer no futuro, no universo de matérias publicadas nas redes sociais com a #conteprajeduca..

 

Também foram tema de matérias a intenção de criar uma comissão para analisar as quetões do  Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), os desafios da inclusão dos estudantes com altas habilidades, além do edital do PNLD (Programa Nacional do Livro Didático) para o ensino médio, além de temas ligados à educação superior. Confira a seguir:

 

Educação na pandemia

No jornal O Globo, Paula Ferreira e Bruno Alfano assinam reportagem que aponta que o governo federal não usou nada dos recursos destinados a estruturar as escolas para a volta presencial.

 

Renata Cafardo, do Estadão, apresenta dois podcasts sobre os desafios da retomada presencial em São Paulo.

 

Paulo Saldaña noticiou, na Folha, que os estudantes mais vulneráveis tiveram menos acesso ao retorno presencial parcial que ocorreu em várias parte do país. Ele também é o autor da matéria “Governo Bolsonaro briga na Justiça para não dar internet a alunos de escola pública”.

 

No Estadão, Renata Cafardo noticiou que o governo do estado de São Paulo pretende acelerar o retorno presencial, com a imunização total do pessoal da educação.

 

A adesão dos professores à vacinação chega a 90% da categoria no Rio Grande do Sul, informa Marcel Hartmann, em matéria para a Zero Hora e o portal GZH.

 

Os protocolos de segurança dos estados para a retomada presencial apresentam falhas, noticiou Élida Oliveira, do G1, com base em pesquisa da USP (Universidade de São Paulo). Ela também é a autora de matéria sobre a promulgação da lei que garante acesso gratuito de estudantes e educadores de baixa renda à internet.

 

O adiamento da votação do projeto de lei que classifica a educação como serviço essencial foi noticiado por André Antunes, no site da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio.

 

Reportagem do Jornal Nacional, baseada em uma pesquisa realizada com secretarias municipais de educação mostra que as crianças da educação infantil e dos anos iniciais do ensino fundamental foram as mais afetadas pela suspensão das aulas presenciais.

 

A repórter especial do Estadão Renata Cafardo é autora da reportagem “Com escolas fechadas na pandemia, geração de alunos perderá R$700 bilhões em renda”.

 

A jornalista Élida Oliveira é a autora de reportagem publicada no G1 sobre as perdas em leitura e escrita de alunos dos anos iniciais do ensino fundamental em São Paulo

 

A revista Educação publicou a matéria "Ausência do MEC prejudica educação do país, critica secretário do ES", assinada por Nathalia Molina.


Os repórteres Gabriel Borges e Thays Lavor, do jornal O Povo (CE), revelam que mais de mil professores tiveram Covid-19 e que pelo menos 12 morreram por causa da doença no estado.

 

No mesmo jornal, Ítalo Cosme publicou uma reportagem sobre a experiência dos estudantes que estão ingressando na universidade durante a pandemia.

 

No Diário do Nordeste (CE), Thatiany Nascimento publicou a reportagem “Ceará é um dos 8 estados que ainda não vacinam professores contra Covid-19 e segue sem previsão”.

 

O Jornal da Criança publicou vídeo no YouTube sobre viagens para o exterior durante as férias escolares de meio de ano, no contexto da pandemia.

 

Ensino superior

Mariana Tokarnia publicou na Agência Brasil a matéria “Fies: alunos de medicina reclamam de aumento abusivo nas mensalidades”.

 

O repórter Ítalo Cosme revelou em reportagem no jornal O Estado de S.Paulo, que pela primeira vez na história a maioria dos ingressantes na USP (Universidade de São Paulo) são egressos de escola pública.

 

Na Folha de S.Paulo,  Paulo de Saldaña publicou duas reportagens sobre um caso de suspeita de fraude no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes:  “MEC envia caso de fraude no Enade à procuradoria quatro meses após fim do processo” e “Milton Ribeiro protelou enviar à PF apuração de fraude em entidade ligada a pastores aliados”.

 

No G1, Élida Soares mostrou que, desde 2010 orçamento do MEC (Ministério da Educação) para despesas não obrigatórias das universidades federais caiu 37%.

 

O jornalista Etiene Gonçalves publicou matéria no portal Sou PVH sobre uma parceria entre uma instituição de ensino superior e a secretaria estadual de Rondônia para formação de professores em nível de mestrado.

 

Enem

O repórter Paulo Saldaña publicou, na Folha, reportagem sobre a intenção do MEC criar uma comissão permanente para fazer análise ideológica das questões do Enem. Ele também é o autor de relatando que o governo não havia assinado o contrato de gráfica para a realização do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), no contexto em que as datas do exame ainda não haviam sido definidas.

 

A jornalista Renata Cafardo é a autora de duas matérias sobre o Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) uma sobre  a exoneração do diretor da área responsável pelo exame, outra sobre a urgência de se definir o prazo de inscrições, antes de ele ser anunciado pelo MEC.

 

Élida Oliveira e a autora de matéria sobre as mudanças dos integrantes do Conselho Consultivo do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais). A repórter também é autora de  “Metas do Inep para o ano não incluem aplicação do Enem 2021” e “Presidente do CNE volta atrás e diz que 'entendeu' que Enem 2021 seria em 2022; Inep afirma que data está em avaliação”.

 

Ensino médio

O PNLD (Programa Nacional do Livro Didático) para o ensino médio foi tema de matéria de Bruna Lima no site Metrópoles (DF) e de Maíra Mathias no site da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio. A primeira aborda o fato que não haverá mais livros por disciplina e a segunda analisa os possíveis impactos da mudança.

 

O jornalista André Antunes publicou no site da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio duas entrevistas sobre o impacto do novo Fundeb (Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação), uma com a presidente do Conif (Conselho Nacional das Instituições da Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica), Sônia Fernandes, e outra com o professor de sociologia do Instituto Federal de São Paulo (IFSP) Mauro Sala.

 

Governo federal

Em matéria para a Folha, Paulo Saldaña analisa o primeiro ano de gestão do ministro da Educação, Milton Ribeiro.

A Folha, Paulo Saldaña publicou matéria sobre o anúncio do MEC sobre a realização de Saeb (Sistema de Avaliação da Educação Básica) este ano, após ter circulado a informação que o exame não ocorreria e da matéria “Governo errou repasses do Fundeb em 1,6 milhão de matrículas e desconhece total de municípios afetados”.

 

Saldaña e Élida Soares publicaram matéria sobre um estudo sobre o impacto do Pnaic (Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa). O repórter da Folha enfocou a decisão do governo de suspender o lançamento do estudo e a jornalista do G1 abordou os ganhos econômicos gerados pela alfabetização.

 

O repórter André Antunes publicou no site da Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio matéria sobre o lançamento da cartilha sobre educação domiciliar do MEC.

 

Outros temas

Os desafios da educação par estudantes com altas habilidades foi tema de duas reportagens no G1, assinadas por Élida Oliveira. Leia aqui e a aqui.

 

A repórter Mariana Tokarnia é a autora da reportagem “Leitura pode reduzir pena de prisão, mas ainda há desafios”, na Agência Brasil.

 

A agência Bori publicou matéria sobre pesquisa que conclui que a escolha de diretores com critérios técnicos melhora ambiente escolar.

 

Os repórteres Silvana Reis, Elida Oliveira e Gustavo Wanderley, do G1, são os autores de um minidocumentário os desafios enfrentados por quatro mães, que não sabem ler, para criar os filhos.

 

O site Papo de Mãe publicou matéria de Raphael Preto Pereira sobre a falta de psicólogos em escolas por causa da falta de regulamentação.

 

Um projeto que incentiva crianças e adolescentes a criar propostas de políticas públicas para a cidade foi tema de matéria de Élida Soares no G1.

 

O site Sou PVH publicou matéria de Etiene Gonçalves sobre a regularização de uma escola municipal de Porto Velho (RO).

 

#thayslavor #souphv #thatianynascimento #revistaeducação #renatacafardo #raphaelpretopereira #paulosaldaña #papodemãe #oestadodes.paulo #nathaliamolina #metropoles #jornalnacional #jornaldacriança #ítalocosme #gabrielborges #g1 #etienegonçalves #folhades.paulo #escolapolítécnicadesaúdejoaquimvenâncio #diáriodonordeste #élidasoares #brunasilva #andréantunes #agênciabori

PARCEIROS FINANCIADORES
Fundação Lemann
Fundação Telefônica Vivo
Instituto Ayrton Senna
Instituto Natura
Instituto Unibanco
Itaú Social
Itaú Educação e Trabalho
Maria Cecilia Souto Vidigal
PARCEIROS INSTITUCIONAIS
Abraji
Campanha Nacional pelo Direito à Educação
CENPEC
OEI
Porto Lauand
Todos Pela Educação
UNESCO
Moderna
Loures
ASSOCIAÇÃO DE JORNALISTAS DE EDUCAÇÃO