Este site usa cookies e dados pessoais de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando neste site, você declara estar ciente dessas condições.
OK
A associação
Notícias
Guias
Congresso
Dados educacionais
Edital
Editora pública
Banco de fontes
CONTATO
ASSOCIE-SE
LOGIN ASSOCIADO

Periferia inspira grandes histórias de educação

No podcast da Jeduca, a repórter da Agência Mural Cíntia Gomes conta seu trabalho de desbravar as áreas mais pobres das grandes cidades sem estereótipos

10/07/2018
Mariana Tokarnia

Histórias positivas podem inspirar professores, estudantes, pais e responsáveis, acredita a repórter e editora da Agência Mural Cíntia Gomes. O foco do veículo é a cobertura das periferias da Grande São Paulo, sempre buscando histórias que saiam do estereótipo da violência e da falta de estrutura. A educação é uma das áreas prioritárias da Mural, que pode ser acessada no  endereço http://www.agenciamural.org.br/.

 

 

Cíntia é a entrevistada desta edição do "Fala Jornalista", podcast da Jeduca com jornalistas que atuam na área de educação. “Escola pública não tem muita estrutura, isso não mudou. Mas a gente vê que, mesmo sem estrutura, alunos e professores, por meio de algum projeto ou ação, de algum grupo, fazem coisas super bacanas”, diz.

 

A Agência Mural publicou, por exemplo, a história de professores, que, na ausência de funcionários, se revezaram na limpeza da escola estadual Pedro Alexandrino, zona norte da capital; de alunos que assumiram a gestão e revitalizaram a biblioteca de outra escola e de Wesley Carlos Soares, que aos 12 anos lançou o livro “A poesia corre em minhas veias”, sobre a história negra do Brasil.

 

“Isso acaba estimulando também os alunos a quererem participar mais, a entenderem mais a sua realidade. Acaba que é uma coisa que não acontece só ali na escola, ele leva para fora e acho que para a vida”, diz a jornalista.

 

Cíntia fala ainda o que acha de como a periferia é retratada na grande imprensa e critica a falta de cobertura de assuntos que interessam a essas regiões. “O nosso sonho era que a Mural deixasse de existir porque a gente se sentiria contemplado pela grande imprensa, com a cobertura da periferia. Já tem oito anos que a gente está aí e isso não mudou muito.”  

 

Cíntia será uma das participantes do 2º Congresso Internacional de Jornalismo de Educação da Jeduca, que ocorrerá nos dias 6 e 7 de agosto, em São Paulo. O foco do congresso este ano será as eleições. “É muito importante a gente ter um congresso voltado para jornalistas, voltado para educação e, nesse momento de eleição, para que realmente seja dada a importância e o olhar devido para educação”, diz.

 

Acesse as reportagens citadas no podcast:

 

Mais de 20 cidades da Grande São Paulo dificultam acesso à informação pública

 

Sem funcionários, professores e alunos revezam limpeza de escola na zona norte

 

Alunos assumem gestão e revitalizam biblioteca de escola na zona norte

 

Aos 12 anos, menino de Perus publica livro de poesia sobre história negra no Brasil

#FalaJornalista #CintiaGomes #2ºCongressodaJeduca #2ºCongressoInternacionaldeJornalismodeEducacao #AgenciaMural

PARCEIROS FINANCIADORES
Fundação Lemann
Fundação Telefônica Vivo
Instituto Ayrton Senna
Instituto Natura
Instituto Unibanco
Itaú Social
Itaú Educação e Trabalho
Maria Cecilia Souto Vidigal
PARCEIROS INSTITUCIONAIS
Abraji
Campanha Nacional pelo Direito à Educação
CENPEC
OEI
Porto Lauand
Todos Pela Educação
UNESCO
Moderna
Loures
ASSOCIAÇÃO DE JORNALISTAS DE EDUCAÇÃO